Especial Me Before You #4 - O filme!

quinta-feira, 16 de junho de 2016

   A expectativa foi enorme. Desde que li Como Eu Era Antes de Você (vocês lembram da resenha? Tem aqui!), fiquei ansiosíssima pra ver sua adaptação para os cinemas. Sabe aquele medo de um filme simplesmente destrua tudo o que você demorou páginas e páginas para construir na sua imaginação? Pois é. Quem ama ler e nunca voltou do cinema frustrado com algum adaptação que não fez jus ao que esperava, que atire a primeira pedra. Pois esse post é pra contar pra você os motivos pelos quais Me Before You dificilmente vai entrar nessa listinha de decepções. Vem comigo que eu te conto TUDO e sem estragar a surpresa: sem spoilers! Clica no Continue lendo aqui em baixo que é sucesso!



   Fui ao cinema com ninguém menos que a minha melhor amiga (que acompanha o blog! Pausa para o momento de afeto: beijo, Flá!). Mantemos a amizade por mais de 15 anos - quando você sabe que provavelmente vai chorar feito louca durante um filme, acho adequado esse tipo de companhia (os namorados que me desculpem). Pegamos a primeira sessão em um shopping da Avenida Paulista, aqui em São Paulo. A emoção começou muito cedo pra mim porque sou uma verdadeira manteiga derretida ver um livro que gosto tanto tomando forma nas telonas mexeu comigo. Não há melhor definição para o que vimos no cinema: um livro criando vida diante dos nossos olhos.
   Alguns acontecimentos (bem poucos, até onde eu reparei) foram omitidos, verdade, mas achamos que isso ajudou na fluidez e coerência do filme. O amor entre Lou e Will é construído passo a passo e isso fica muito mais do que claro durante toda a história; não é aquele amor repentino, clichê, que nasce sem convívio. É um processo gostoso de se acompanhar, sem deixar o filme arrastado ou meloso demais.
✿ Atores x Personagens
   Sam Claflin não é apenas um rosto muuuito bonito, e confesso que só percebi isso nesse trabalho dele. O sarcasmo maldoso de Will ganhou um charme ainda maior, um brilho genuíno que somente um ator com muito talento poderia proporcionar. O Will Traynor que morou no imaginário de quem leu Me Before You ganhou uma representação simplesmente sem defeitos. Acreditem, eu acharia um problema facilmente se existisse um; afinal, Will foi o primeiro personagem em anos que me fez ter aquele paixão platônica básica por um personagem literário. Não me julguem, todo mundo já fez isso uma vez na vida.
   Nathan e Treena, respectivamente o enfermeiro de Will e a irmã de Lou, são meigos, inteligentes e descontraídos tal qual no livro. A família Clark é muito coerente com o Jojo escreveu: são cativantes, um pouco conservadores e têm aquele realismo que faz você pensar "poderia ser na minha casa, isso!" o tempo inteiro. Patrick, o noivo de Lou, foi interpretado com maestria por Matthew. É impressionante como ele soube mostrar que Pat não é uma pessoa má, mas simplesmente não dá certo com Lou.
    Os pais de Will são uma atração à parte. Camila me pareceu até mais simpática, amável e elegante (muito elegante!). Seu marido é uma mistura de classe com ternura e os trejeitos do Sr. Traynor não poderia ser mais fiéis aos parágrafos de Moyes. É tudo tão similar ao livro que você até esquece de alguns detalhes que não ganharam destaque por enquanto.
     Emilia Clarke trouxe para as telas a Lou estabanada e imatura que vai conquistando Will e também quem vê o filme. Ela é uma atriz muito expressiva, que carrega a doçura e a dedicação de Clark em cada cena. Confesso que o fato dela fazer uma personagem marcante como Daenerys de Game of Thrones me deixou com medo de não conseguir desvincular a atriz do personagem da série. Porém, nos primeiros quinze minutos de filme o talento de Emilia me convenceram do contrário: não consigo pensar em outra atriz para fazer a Clark! Impecável, apenas.
✿ Fidelidade ao livro
   Como comentei antes, alguns acontecimentos foram ignorados. Vi algumas blogueiras dizerem que isso as decepcionou bastante e transformou o filme em um romance vazio e sem graça. É claro que muita gente pode pensar assim! Mas estou contando o que sentimos durante o filme, e digo a vocês: não sentimos falta de nada, sendo que ambas lemos o livro. O filme é envolvente e denso no sentido emocional, por tratar de um assunto delicado e conter cenas fortes e bem feitas. Conseguimos compreender tanto o pensamento de Will como o de Lou, e a presença da grande maioria das cenas impactantes do livro foi responsável por isso.
   Outro ponto muito fiel ao livro são os sensacionais figurinos de Lou: todos são simplesmente a cara dela! Vocês vão me julgar se eu disser que faria apenas algumas alterações em alguns deles para trazê-los para a vida real? Muitas saias, estampas e sapatos estranhos. Adoro!
✿ Trilha sonora
   Não poderia terminar esse post sem falar disso. Nomes como Ed Sheeran e Imagine Dragons dão uma ideia do estilo musical que toma conta do filme, mas está longe de ser só isso. As músicas são complementos bem planejados; parece que cada uma delas foi criada para fazer parte daquele momento, daquela cena. Não é aquela trilha que você sente que foi empurrada tímpanos a dentro: é algo delicado, encaixado e definido com visível cuidado. Amamos!
✿ Resumindo...
   Sim, o filme de Me Before You correspondeu às nossas expectativas e talvez até as superou! É raro um longa metragem conseguir transportar tão bem as emoções sentidas por quem leu as páginas originais, mas talvez a presença da própria autora como roteirista tenho sido a chave para isso. O que posso dizer é que fiquei simplesmente maravilhada!

Alguém aí também já assistiu o filme? Me contem! Vejo vocês no próximo post!



0 comentários:

Postar um comentário

 
© Olhei no rodapé - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
imagem-logo