Wishlist - Segundo Semestre de 2016

segunda-feira, 18 de julho de 2016


  Existem dois tipos de pessoas nesse mundo de viciados em livros: as que ignoram listas completamente e as que precisam fazer mais 10 delas. Eu não sou de ficar alucinada com metas de leitura, mas quase sempre acabo fazendo essas listinhas mais como uma ajuda para aqueles momentos de "o que procurar quando não sei mais o que ler". É claro que ao longo do tempo novos livros vão entrando (ou furando) na fila, mas acho sempre legal ter algum tipo de guia pra ajudar a escolher o que começar a ler. Vocês podem conferir minha lista do primeiro semestre deste ano aqui. Nesse post, quero compartilhar com vocês um pouco do que pretendo ler até o final desse ano! Quem sabe você também não se interessa por algum desses? Vem comigo:


A Fera em Mim (A História do Príncipe da Bela) - Serena Valentino
   Eu tenho verdadeira paixão por contos - especialmente os de fadas, e não resisto a adaptações que parecem bem feitas. De um tempo pra cá, virou moda reinventar clássicos: algumas variações são simplesmente desastrosas na minha opinião, mas algumas sinopses ainda conseguem chamar a minha atenção.
   É o caso de A Fera em Mim, que conta a trajetória de Adam (sim, esse é o nome dele), o príncipe da história A Bela e a Fera na versão Disney. Pelo que vi, tem muitos outros livros contando a história de outros personagens (como por exemplo a Madrastra da Branca de Neve, Úrsula e outros).
   Confesso que estou bem receosa por alguns motivos: ano que vem será lançado o filme estrelado por Emma Watson. Quem garante que essa não é só uma oportunidade pra vender um livro mediano? Além disso, confesso que senti muita falta do nome do personagem no título e de uma sinopse oficial mais elaborada. Contudo, a curiosidade e o amor pela Disney não me deixam passar batido por esse livro. Certeza que vou ler pra tirar a limpo se merece amor ou ódio.



O Cortador de Bambu (e outros contos japoneses) - Sonia Salerno Forjazr 
   Como eu disse lá em cima, sou fascinada por contos. Outra coisa que vocês já devem ter percebido é que eu simplesmente adoro estudar a cultura japonesa. Juntando essas duas coisas, não dá pra não sentir vontade de ler O Cortador de Bambu.
   A sinopse oficial diz simplesmente que esse é um punhado de contos bem famosos do Japão, e eu gosto desse tipo de coletânea desde que comecei a ler meus primeiros livros. Estou curiosa para ver quais são as diferenças entre os principais contos orientais e os ocidentais, se é que elas existem. Quero descobrir se os detalhes são levados mais a sério e se a natureza é venerada como em outros aspectos da cultura asiática, o estilo de moral, e muito mais. Certeza que vou arriscar.




Não se Apega, Não - Isabela Freitas
   Taí um carinha que eu tô vendo nas prateleiras de Mais Vendidos há meses. É comentário daqui, comentário de lá... Isabela de Freitas já lançou outros livros e eu ainda nem dei uma chance ao primeiro. Acontece que não sou lá muito fã de livros de autoajuda, mas andei descobrindo que Não se Apega Não é mais discreto nesse sentido. Não é um manual deliberado sobre como agir em situações de desilusão, e por isso acho que vale a pena tentar embarcar nesse livro.
   Como o público é essencialmente jovem, imagino que a narração seja bem leve e despretensiosa e já imagino uma história breve e envolvente. Não sei se estou errada, mas pretendo descobrir: afinal, preciso mesmo de conselhos para desapegar das coisas que me fazem mal. Vou tentar e prometo que conto no que deu!





                               A Seleção - Kiera Cass
   Os amigos indicaram. Os blogs falam bem. O Twitter ferve quase toda semana. Vai sair filme. Minha nossa, será mesmo que A Seleção é tão especial assim? Bom, acho que passou da hora de eu descobrir. A sinopse oficial diz que é uma história sobre uma espécie de baile, onde moças disputam uma coroa que as salva da pobreza total. Acontece que uma dessas moças está apaixonada por um rapaz, e não quer abrir mão disso para se casar com o príncipe.
   Eu vejo em A Seleção um quê de conto de fadas (de novo eu com esse negócio de contos de fadas) moderno, e por isso estou ansiosa para descobrir se me apego a essa saga tanto quanto os milhares de fãs que ela já tem. Se isso acontecer, será um caminho sem volta, já que existem muitos outros títulos já publicados e eu ainda nem li esse primeiro, que vergonha. Apesar disso, acho que super vale a pena conhecer sagas novas, ainda que seja pra descobrir que não me identifico com elas. Vai que rola?!



                    Astrologia para Leigos - Rae Orion
   Esse é o momento em que vocês saem do blog e me julgam infinitamente. Pois é: eu adoro Astrologia. Adoro de verdade. Sou aquela criatura que sabe o signo dos amigos, fala sobre Lua e Ascendente como se tivesse falando de uma verdadeira maravilha e ainda arrisca uns palpites no horóscopo chinês. Calma, calma: eu levo tudo isso como um hobby, nada muito rigoroso. Astrologia pra mim é uma enorme diversão, uma curiosa quase ciência que me faz refletir e ao mesmo tempo brincar com minhas próprias características e as características das pessoas ao meu redor.
   Procurei muito um livro não tão técnico para conhecer um pouco mais sobre esse assunto. Como não sigo Astrologia à risca e também não estou procurando exatamente um manual perfeito, Astrologia para Leigos me pareceu ter uma narrativa super leve e ser apropriado para meus objetivos. Acho que vou me divertir muito aprendendo um pouquinho mais sobre o assunto. Afinal, diversão pra uma sagitariana é fundamental! E se eu gostar... Bom, força, porque vou fazer um post gigante.

   Compartilhem comigo lá no Twitter, no Facebook ou aqui nos comentários se vocês também pretendem ler um desses nesse semestre e contem pra mim o que está na lista de vocês, hein? Vou adorar saber. Um grande beijo e até o próximo post!


0 comentários:

Postar um comentário

 
© Olhei no rodapé - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
imagem-logo